domingo, setembro 6

Mamão

oh, bela fruta

tu es tao doce
tao grande
tao...laranjada..
tu desperta em mim a vontade de comê-la
mas teu brilho e teu cheiro me envolvem de tal modo
que só consigo admira-la;

oh, bela fruta
nao se desmanche
nao escureça
nao apodreça
nao desperte em mim a agonia de te ver morrendo
e tua beleza
se esvaindo
pelo ralo do banheiro.

hauahuhauhauhahuhaua ok ok

4 comentários:

  1. é..., o mamão é macho, mas é fruta!

    =D
    marcos

    ResponderExcluir
  2. esse ficou bonito.

    me despertou o desejo do amor. nhe
    aehahuuaheuaehua

    ResponderExcluir
  3. Só uma foto pode parar o tempo, infelizmente.

    voltei as escritas.
    =P

    ResponderExcluir
  4. Me sinto tão participante desse poema. Eu vi ele nascer assim do nada, de uma mente criativa!!
    E tem tanto sentido, pelo menos pra mim!

    E de forma simples, eu acho genial!!

    Ta loko, se é phoda guria!

    ResponderExcluir